Blog

Governo aprova programa para capitalizar empresas

  • card_antonio_costa_conselho_ministros_260516_pf_01

Programa Capitalizar inclui 64 medidas para melhorar as condições em que as micro, pequenas e médias empresas (PME) financiam os seus projetos e a sua atividade. Arranca com 20 milhões para investimento em capital das PME.

O Governo aprovou a criação do Programa Capitalizar, após um período de ponderação política sobre o trabalho apresentado pela Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas (EMCE).

A iniciativa foi aprovada hoje em Conselho de Ministros que sublinha, em comunicado, tratar-se de um programa estratégico de apoio à capitalização das empresas, à retoma do investimento e ao relançamento da economia. Objectivo: “Promover estruturas financeiras mais equilibradas, a redução dos passivos das empresas economicamente viáveis e de melhorar as condições em que as micro, pequenas e médias empresas (PME) financiam os seus projectos e a sua actividade."

A EMCE, criada através da Resolução do Conselho de Ministros de 23 de Dezembro, desenvolveu uma análise abrangente e transversal da economia e da realidade empresarial portuguesas, com vista à concepção de medidas de apoio à capitalização das empresas.

O Programa Capitalizar inclui desde 64 medidas, organizadas em cinco eixos fundamentais: o primeiro passa pela simplificação administrativa e enquadramento sistémico, seguindo-se a  fiscalidade, a estruturação empresarial, a alavancagem de financiamento e investimento e, como quinto eixo, a dinamização do mercado de capitais.

O Executivo dá ainda conta que foi prorrogado o mandato da EMCE até 31 de Dezembro de 2017, estabelecendo que esta entidade apoiará tecnicamente a implementação das medidas do Programa Capitalizar e promoverá a avaliação das restantes medidas propostas no relatório da EMCE apresentado ao Governo.

O jornal ‘Público’ avançou hoje que o Programa Capitalizar arranca com 20 milhões para investimento em capital das PME. E adianta que as linhas de financiamento a operações de capital reversível e reforço de linha de crédito com garantia mútua são as primeiras a estar no terreno e atingem os 1.100 milhões de euros.

Fonte: http://economico.sapo.pt/noticias/governo-aprova-programa-para-capitalizar-empresas_254592.html